sábado, 11 de agosto de 2012

Escalando o Topo




Por Rick Boxx

Alison Levine fez uma trilha surpreendente ao topo do Monte Everest, que a maioria jamais pensaria em tentar. Ela falou dessa experiência em cadeia de rádio e TV, descrevendo os preparativos intensivos que precisou fazer.

O corpo humano, ela explicou, não tolera a altura extrema e as condições atmosféricas incomuns do Everest sem passar por meses de preparação. Os alpinistas não podem simplesmente juntar seus equipamentos e começar a escalada. É necessário muito preparo até que o corpo esteja pronto.

No início são necessárias semanas de escalada até o primeiro nível da montanha, retornando ao acampamento-base. Depois, escalam o próximo nível e regressam novamente. Este processo continua até que o corpo se aclimate e esteja totalmente preparado para subir ao topo da montanha mais alta do mundo. 

Esses princípios de alpinismo podem se aplicar ao campo profissional e empresarial. Assim como o Monte Everest representa aventura e busca grandiosa para muitos dos que se envolvem com alpinismo, o trabalho também tem “Everestes” que sonhamos conquistar. Pode ser uma ideia empolgante, um objetivo grandioso ou um conceito de negócios único. Seja o que for, alcançá-lo requer planejamento, treinamento, preparação e provisão suficiente. 

Assim como os preparativos da senhorita Levine para escalar o Monte Everest, às vezes nosso trabalho ou empresa aparentemente tem de recuar, regressando ao acampamento-base. Mas com perseverança, essa “caminhada para trás” pode ser um preparativo necessário para uma jornada bem-sucedida ao topo. 

Hoje muitos insistem no sucesso instantâneo, na gratificação imediata de seus desejos. A TV, a intermediação da Internet e o poder de comunicação da mídia social, nos levam a esquecer que sucesso geralmente requer dispêndio considerável
de tempo, energia, recursos e... paciência. 

Com frequência esperamos ser recompensados em semanas, não anos. Contudo, ao considerar a história de negócios e empreendimentos, muitas das grandes realizações só vieram após muitos anos de esforço, tentativas, erros e fracassos. Inúmeras grandes ideias morreram sem alcançar sucesso, porque faltou determinação aos idealizadores para se apegar firmemente a elas. Não estavam dispostos a avançar e depois retornar ao “acampamento-base”, avançar mais um pouco e recuar novamente, até estarem inteiramente preparados para a arrancada final rumo ao sucesso. 

A Bíblia fala claramente sobre este assunto. Tiago 1.4 ensina: “E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma”. Perseverança é mais que resistência, que quer dizer “aguentar firme”. Perseverar significa ter um objetivo em mente, um plano a atingir e o compromisso de levá-lo adiante até completá-lo.

Um texto similar em Romanos 5.3-5 diz: “...A tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. E a esperança não nos decepciona...”. Permanecemos no processo, mesmo quando precisamos recuar ou encontramos dificuldades, devido à expectativa de resultados satisfatórios.

Se você busca escalar até o topo de sua carreira profissional, esteja disposto a começar pelos preparativos iniciais. 

Reações:

0 postagens:

Postar um comentário

Deixe registrado aqui seu comentário!