sábado, 20 de outubro de 2012

O LIVRE-ARBÍTRIO E OS EXÉRCITOS DE DEUS!


Pr. Eder Balieiro, conferencista, articulista, escritor, tem um ministério marcado pela presença do Espírito Santo, amigo e parceiro do Ministério Tempo de Restauração.


O livre-arbítrio é uma das maiores bênçãos que Deus deu ao homem. É muito bom decidir, decidir o que vamos fazer, que decisão tomar, que caminho seguir...
Entretanto, Deus também instituiu autoridades para guiar e despertar o senso de responsabilidade no ser humano, que, na verdade, está em nós, mas adormecida. Essas autoridades são conhecidas, e basicamente estão concentradas nos três poderes em Brasília. E ela intervém muitas vezes, quase que cotidianamente e diretamente em nossas vidas. Essas autoridades, também instituíram autoridades, tais como: Exército, polícia civil e militar. Essa autoridade instituída por autoridades intervêm em muitas das decisões dos homens, seja para punir ou para contribuir, individualmente ou em série. Logo, nosso livre-arbítrio fica, então, comprometido pelo senso de responsabilidade que temos para com a sociedade.
Deus também em toda história vem intervendo nas decisões da humanidade sem comprometer o livre-arbítrio que Ele mesmo deu ao homem; comprometendo o homem com o senso de responsabilidade. As decisões tomadas pelo ser humano, todas elas, estão sob o olhar de Deus e muitas de sobreaviso. Deus está suportando as decisões incoerentes da humanidade, dessa geração superficial que não vê um palmo à sua frente e, intervindo de forma respeitosa, entretanto impetuosa, para despertar nossa raça destituída da glória de Deus. Os exércitos do Senhor estão protestando em nome de Deus, o todo-poderoso!
Segundo a bíblia, Deus têm quatro exércitos: O primeiro são os ANJOS, o segundo é a NATUREZA, o terceiro é ISRAEL e o quarto é a IGREJA.  
Bom, quero falar aqui de dois exércitos de Deus, a NATUREZA e a IGREJA
A bíblia, a infalível palavra de deus, diz, que, a criação tem uma... ardente expectativa... E está aguardando a revelação dos filhos de Deus (Romanos 8:19). Pois a mesma está sujeita à vaidade (vazio), INVOLUNTARIAMENTE, por causa de quem a sujeitou (Romanos 8:20). Quem sujeitou a natureza ao vazio? Foi o homem em Adão no Éden quando pecou. Pelo pecado de Adão todos foram destituídos da glória de Deus, e a natureza foi afetada por isso. E não é possível o ser humano imperfeito, feito corrupto pelo pecado de Adão, viver na perfeição da natureza; logo a mesma foi SUJEITA A CORRUPÇÃO por causa do homem (Romanos 8:21). Paulo ensina que a natureza geme e suporta as angústias até agora (Romanos 8:22). Esse ato de GEMER é uma forma de protesto da criação em relação ao pecado do homem, que além de ter pecado em Adão continua pecando ainda hoje contra o CRIADOR. A natureza está "irada" contra essa raça que perdeu sua a fé em Deus, e CONTINUAMENTE peca com irresponsabilidade contra o Criador de todas as coisas. Ela, a natureza, que é um dos exércitos de Deus está gemendo: Com seus vulcões, tornados, terremotos, tufões, temporais, calor e frio...
A geleira dos polos extremos da terra está descongelando-se porque a camada de ozônio protesta, as placas tectônicas estão protestando também, provocando terremotos que matam milhares de pessoas, assim também os furacões e tufões protestam. Doenças incuráveis, pestes, dores, angústias, depressão, stress que são chamadas de “doenças de nosso século” que matam os homens que cada vez mais se afastam de Deus. A natureza está protestando!
E a igreja, o que está fazendo?
Protestamos ainda contra o pecado?
Não estamos mudando as nossas mensagens para adaptá-las nesse contexto pérfido de pecados contínuos intencionais?
O que você está fazendo?
Está fazendo a sua parte como igreja?
Estamos denunciando o pecado, como João Batista, Jesus e os apóstolos?
Somos igreja ainda?
Somos apenas organização?
Somos organismo vivo e Deus se movimenta no meio de nós? 
Na verdade muitos de nós temos pregado um evangelho antropocêntrico, onde o ser humano é o centro do alvo. Muitas das mensagens que temos ouvido são exatamente assim:
Você pode!
Você consegue!
Você tem direito!
É seu!
Deus tem que te dar?
Ele vai te dar! 
Estamos nos esquecendo da pregação da cruz, que denuncia o pecado, que mostra Cristo como centro de todas as coisas. Precisamos abandonar estas mensagens antropocêntricas e voltar às mensagens Cristocêntricas, que exaltam a Cristo e que leve Jesus até o homem. Precisamos voltar a denunciar, a falar a verdade. E não fazer uma pesquisa de “mercado” para ver o que o povo quer ouvir ou receber, precisamos, sim, de pregar o que Deus quer falar. Não somos palestrantes de motivação pessoal e marketing, e sim, ministros de um evangelho poderoso que tira o miserável, impotente e pérfido pecador das trevas e o leva para a luz de Jesus. Devemos dizer ao pecador: “Você aceitou a Jesus Cristo e descerá às águas batismais para obedecer a Cristo!” Vamos protestar, dizer que o Diabo existe, e que rouba, mata e destrói. Vamos protestar. Dizer que Jesus cura e liberta, mas também salva e batiza com o Espírito Santo. Que é amor, mas é justiça também! 
Proteste já! Para trazer novamente aos homens, ao menos o senso de responsabilidade, para comprometer o livre-arbítrio deles individualmente e em série com a pregação do VERDADEIRO EVANGELHO que está sendo banalizado pelas mensagens antropocêntricas de um falso evangelho! Ou vamos continuar pesquisando o mercado para encher nossas igrejas?

Reações:

0 postagens:

Postar um comentário

Deixe registrado aqui seu comentário!