sábado, 20 de abril de 2013

REVELAÇÃO NA MADRUGADA


Parecia mais um dia comum na vida dos discípulos de Jesus, a tarefa diária de acompanhar o mestre neste dia estava quase terminada, quando Jesus, insistiu para que eles entrassem no barco, enquanto o mestre se despedia da multidão. Até mesmo na despedida de Jesus havia algo especial, pois ele não se contentara em apenas entregar o seu sermão, Ele queria ver nos olhos de cada um o resultado de seu sermão, e não apenas um simples “Tchau” o tocar nas mãos, o olhar fixo, o abraço e até mesmo o beijo significava muito para aquelas pessoas. Após despedir-se da multidão o Nazareno ainda precisava conversar com o “Pai” e sobe sozinho ao monte para orar, anoitece e ele pode perceber que o barco estava a uma distância razoável da terra, fustigado pelas ondas, pois o vento soprava contra ele. Ele precisava chegar ao barco onde estavam seus discípulos, talvez houvesse outras possibilidades para que isso ocorresse, porém o mestre Jesus, queria se revelar de uma forma diferente aos seus discípulos. Os discípulos já conheciam algumas das manifestações do poder de Jesus:
Mateus 8:01-04 – Jesus é aquele que cura a lepra.
Mateus 08:05-13 – Jesus é aquele que cura o servo de um centurião.
Mateus 8:14-17 – Jesus cura a sogra de Pedro e expulsa demônios.
Mateus 8:23-27 – Jesus Acalma a tempestade.
Mateus 14:25 – Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles andando sobre o mar, ficaram aterrorizados e disseram “É um fantasma!” E gritaram de medo. Jesus imediatamente disse: “Coragem! Sou eu. Não tenham medo!”. Um de seus discípulos, a saber, Pedro ainda pode vivenciar uma experiência única naquela madrugada, Jesus permite que Pedro caminhe por sobre ás águas, para lhe mostrar que o Mestre estava com eles. A revelação de um Jesus caminhando sobre ás águas era algo inusitado a ponto de render espanto e desconfiança e pode ser testemunhado pelos seus discípulos quando disseram “Verdadeiramente tu és o filho de Deus” Mateus 14:32. Caro leitor (a), Quero dizer a você que Jesus irá se revelar para você de uma forma diferente e isso lhe renderá uma experiência única e exclusiva com o mestre, eu não sei o que você já teve de experiência com o mestre, mais quero que saiba que ele sempre terá algo novo para te surpreender, “Não tenha medo, sou Eu”!
Deus continue te abençoando abundantemente!
Pr. Peter Feguetti.
Tempo de Restauração.

Reações:

4 comentários:

  1. Jesus nunca se separa de seus filhos assim como nunca separava de seus discípulos. Naquela noite, pareceu mais uma experiência com eles, mas não foi, ELE precisava mesmo era ficar um pouco para conversar com Deus. Imediatamente veio em sua mente que eles estavam sozinhos no barco, e quando Jesus chegou o barco já estava um pouco longe e precisavam de ajuda, foi quando Jesus apareceu andando sobre as águas para salva-los. por essa e todas as outras coisas devemos saber que com Jesus no comando tudo está bem.
    Vamos continuar com Jesus no nosso barco e tudo vai dar certo.

    ResponderExcluir
  2. Irmã Guiomar, obrigado pela visita e comentário edificante! Ser um discípulo de Jesus não nos isenta de circunstâncias de perigo ou medo o bom é sabermos que Nele sempre podemos confiar, pois Ele sempre irá nos surpreender. Com Jesus no barco e sempre remando...prossigamos para o alvo. Deus continue lhe abençoando abundantemente! Pr. Peter F.

    ResponderExcluir
  3. Seu blog é muito abençoado, estive a ver algumas coisas, mas decerto virei aqui mais algumas vezes.
    Desejo ardentemente que o nosso Deus continue a encher de graça e sabedoria, afim de poder manifestar a Sua vontade. Se desejar visite, siga ou então leia alguma coisa no Peregrino e Servo e deixe o seu comentário.
    Ps. se seguir saiba que vou retribuir seguindo o seu blog também. Deixo a paz de Cristo Jesus, seu conservo.
    António.

    ResponderExcluir
  4. Graça e paz da parte do nosso Deus, querido irmão António, obrigado pela visita e comentário edificante. Deus continue a lhe usar como instrumento para canalizar as mais ricas bençãos sobre todos. Um forte abraço, Pr. Peter F.

    ResponderExcluir

Deixe registrado aqui seu comentário!